domingo, 12 de outubro de 2008

Será que gente ruim é feliz?

Fonte: Internet

Renato Russo, na música “Eu sei” diz:
“Um dia pretendo
Tentar descobrir
Porque é mais forte
Quem sabe mentir”

Eu também pretendo. Fico aqui pensando porque será que pessoas que mentem, roubam e fazem tantas coisas más são tão fortes. É só pensar em tantos corruptos por aí, em traficantes milionários, em pessoas que subjugam as outras.
Dos trinta e dois vereadores goianienses que votaram a favor de três salários extras anuais, dez foram reeleitos, inclusive o autor da idéia. Todos os dias, milhares de pessoas usam de malandragem para conseguir alguma coisa, o que já até ficou famoso como “o jeitinho brasileiro”. Crianças são espancadas, crianças praticam bulling, pessoas são agredidas física e moralmente, roubos, assaltos, estupros, assassinatos.
E parece que nos acostumamos com tudo isso. Parece que até ouço uma amiga que diz: “É assim desde que o mundo é mundo”. É assim, mas será que devemos nos acomodar com essas situações?
Outra coisa que fico pensando é: Será que essas pessoas são felizes?
Não consigo imaginar na felicidade de alguém corrupto desfilando com seu carro importado enquanto passa ao lado de pessoas que vivem nas ruas e não têm o que comer. Não consigo imaginar a felicidade de alguém que deita para dormir e pensa que matou alguém naquele dia. Não consigo imaginar na felicidade de alguém que causou mal a outra pessoa.
Será que gente ruim é feliz?

Textos e imagens desse blog só podem ser publicados e/ou utilizados em outros locais com autorização da autora.

2 comentários:

Kheyla disse...

Se gente ruim é feliz?? Não sei sinceramente, mas a felicidade é algo subjetivo demais, tem gente que é feliz com tão pouco, tem gente que tem tudo p/ ser feliz e não é...mas sobre a "felicidade" de gente ruim a gente pode pensar: são felizes até quando?? Acredito piamente naquele ditado que pode ser velho demais, mas a que se faz a que se paga sim! Também não consigo pensar em alguém que judia de um simples cão na rua, que corta as asas dos pássaros em extinção pra ganhar dinheiro, e depois dorme o sono dos justos, sem falar de atos beeeeem piores( como os citados por você)..mas até quando?? E que fique claro: não é praga! É apenas a lei natural da vida, e nós, ao invés de nos indignarmos e não fazermos nada, deveríamos fazer a nossa parte, ajudar quem tem menos oportunidades na vida e que geralmente são vítimas de pessoas assim, que acabamos de citar...Que tal comerçarmos?

KK disse...

mas Mayara, não é justificativa, claro!
só que a verdade é que se estudar bem a história, o tempo atual não é de todo ruim...
em muitos períodos as pessoas tinham bem menos valor, eram escravos ou famintos pisados nas ruas, massa de guerras e guerras, os pais eram donos do corpo e alma de filhas, mulheres sem voz, pobres ignorados, crianças tratadas como adultos...
claro q temos que nos indignar sempre, mas estamos melhorando um pouco a cada século (uns mais e em outros se perde toda a conquista, mas caminhando). penso q hj temos mais consciencia, estudo, direitos, meios de denunciar abusos e prender os maus. vejo o futuro com bons olhos.