segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Um quadro na cozinha de casa

Li certa vez, não me lembro mais onde, que dois ladrões roubaram um quadro famoso de uma galeria. Na hora de repassar a pintura, o comprador internacional desistiu. Com a polícia internacional atrás da obra, um dos assaltantes teve que ficar com a tela em casa.
Assim, ele, não tendo outro lugar para a pendurar, colocou a pintura na cozinha da casa, perto do fogão. A mulher do bandido odiou aquela história. Achava o quadro horroroso. Desconhecia o valor artístico da obra e só via naquela tela um amontoado de tintas sem sentido.
Tempos depois, após uma denúncia, a polícia descobriu o paradeiro do quadro. A mulher ficou aliviada por levarem aquela coisa horrível que deixava feia a cozinha dela.
No domingo acordei pensando nessa história. É que muitas vezes tratamos as pessoas como a dona de casa fez com o quadro. Ela tinha algo com um valor enorme (não só materialmente, mas um valor artístico e histórico) mas não soube reconhecer. Para ela, a pintura que tinha sido tirada de um museu em que todos a admiravam era apenas um amontoado de tintas.
A mulher não tinha os sentimentos refinados para apreciar uma obra ou apenas tinha uma resistência a aceitar algo novo na vida dela. Mais do que isso, além de não dar a importância devida à tela, ela a engordurou toda com os vapores e respingos do fogão. Aquela obra foi danificada apenas porque alguém não a soube olhar.
Muitas vezes não damos a atenção devida às pessoas que estão do nosso lado. Deixamos de ver nelas coisas boas e, ou estamos perdidos demais em nós mesmo pra enxergar, ou simplesmente não queremos dar o valor que elas realmente têm.

Textos e imagens desse blog só podem ser publicados e/ou utilizados em outros locais com autorização da autora.

2 comentários:

Camyla disse...

Isso é a mais pura verdade!!! Esquecemos de olhar para o outro todos os dias... Mas nada melhor que o tempo e a experiência para nos fazer enxergar mais e melhor...

Beijos!!!

Marila disse...

Mayara realmente esse texto tem tudo haver...as vezes não olhamos para as "obras de arte" que estão ao nosso lado...não damos o devido valor que elas merecem...e com isso muitas vezes perdem,os grandes oportunidades de conhecer o novo...
bjussss....
amei seus textosss....
Marila